Oh Malhão, Malhão!!!!

Boa tarde Alegria,

Faz hoje uma semana, fomos convidados para ir em passeio/trabalho até a terra da avó de uma das minhas cunhadas, em plena Serra do Caldeirão (concelho de Loulé) a uma aldeiazinha que eu não conhecia pessoalmente, mas que muito já tinha ouvido falar cá por casa por conta do BTT. Lá fomos nós miúdos e graúdos passar um dia diferente, mas muito fotogénico como poderão ver.
Há dois cafés e um deles estava cheio de pessoal que tinham ido dar uma volta de moto e fizeram a paragem para comer uma bucha e beber uma cerveja, o único barulho que se ouvia, era o das gargalhadas e conversas cruzadas de todos nós.
 E para onde fomos nós então ?? Fomos até à Aldeia do Malhão, uma aldeia que em muito me faz lembrar a terra do dos meus pais, em muitas ocasiões me senti como se estivesse nas casas quer dos meus avós maternos, quer paternos, por situações tão simples quanto as de entrar numa das divisões olhar para o chão e sentir-me como se fosse uma menina outra vez, por ser tão igual aos deles.
Para finalizar o dia em beleza, saboreou-se umas belas papas de milho, feitas pela Ti Palmira (a avó de 80's e alguns anos) e pasmem-se feitas no fogo de lenha, num tacho de arame (latão) que já tinha cerca de 50 anos, souberam-me que nem ginjas.
Os miúdos apanharam alândias a caminho da barragem, andaram soltos, correram muito, sujaram-se ainda mais.
Foi um dia literalmente para quem não teve a pintar (a parte do trabalho que ficou a cargo dos homens), como diz na música:
" Oh Malhão, Malhão,
Que vida é a tua?
Comer e beber, Oh Tirrintintim
Passear na rua".

Agora deixo-vos as fotos (a maioria tirada pelo meu reguila) de algumas paisagens e momentos passados por lá.



















As Papas de Milho, foram feitas de forma simples: Água, o milho triturado ou sêmola de milho, banha e sal, tudo a olho como se quer.

Foi um Domingo muito bom.

Beijinhos e Bom resto de Domingo.

Mensagens populares